Estrela Colapsa E Se Transforma Em Buraco Negro

Nós sempre aprendemos que um buraco negro nada mais é que o final da vida de uma estrela bem mais massiva que o Sol.

Mas ver uma estrela se transformar num buraco negro não é algo fácil.

Recentemente o Telescópio Espacial Hubble, o Telescópio Espacial Spitzer e o Large Binocular Telescope observaram uma estrela morrer e e se transformar num buraco negro.

A estrela tinha uma massa 25 vezes a massa do Sol, e deveria ter explodido numa supernova primeiro e depois então se transformado num buraco negro, mas não foi isso que aconteceu, ela se transformou diretamente num buraco negro.

Essa observação quebra um paradigma, normalmente esperamos ver uma estrela massiva explodir numa supernova e então depois se transformar num buraco negro, mas essa observação vai totalmente contra isso, mas explica algo interessante.

Os astrônomos raramente observam supernovas de estrelas massivas, e essa estrela poderia explicar isso. Cerca de 30% dessas estrelas parecem se transformar em buracos negros sem passar pela fase de supernova.

Atualmente nós estamos podendo acompanhar o caso da supernova SN 2017eaw que foi descoberta em 14 de Maio de 2017 e está atingido o seu brilho máximo agora.

Mas não foi isso que aconteceu com a estrela N6946-BH1. Em 2009 essa estrela começou a brilhar levemente e em 2015, ela não existia mais.

Os astrônomos apontaram o Hubble, o Spitzer e o LBT para ela, tentando ver algum resquício, mas nada, todos os testes deram negativos, a estrela não estava mais lá, então eles concluíram que ela havia se transformado num buraco negro de massa estelar.

Essa estrela é provavelmente a única supernova que falhou que os pesquisadores encontraram em 7 anos de pesquisa, embora ela seja única ela já ajudaria a explicar porque os astrônomos não observam tantas supernovas de estrelas massivas.

Esse trabalho é muito interessante, pois primeiro mostra uma estrela se transformando num buraco negro.

Segundo num buraco negro do tipo detectado pelo LIGO.

E por fim mostra que nem todas as estrelas massivas precisam necessariamente passar pelo fase de supernova e quem sabe, não passando por essa fase, o buraco negro gerado seja mais massivo ainda.

O universo a cada dia que passa nos surpreende mais e mais.

Fontes:

https://www.nasa.gov/feature/goddard/2017/collapsing-star-gives-birth-to-a-black-hole

Artigo:

http://imgsrc.hubblesite.org/hvi/uploads/science_paper/file_attachment/238/MNRAS_published_paper_052517.pdf

Canal Space Today
https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta