O Mínimo Solar

O Sol atualmente está caminhando para o que os astrônomos chamam de mínimo do seu ciclo de atividade. A cada 11 anos o Sol passa por esse ciclo, e depois de um período de atividade intenso que aconteceu em 2014, a partir de agora o número de manchas solares irão diminuir até que em 2019/2020, o Sol estará no mínimo da sua atividade.

Essa fase de mínima atividade significa que o número de manchas solares diminuem, ou seja, diminui também as flares solares e as ejeções de massa coronal.

Porém, nem tudo fica parado, com a diminuição das manchas solares, outros fenômenos começam a ganhar visibilidade, um deles são os buracos coronais, regiões onde as linhas de campo magnético se rompem e o vento solar carregado de partículas vaga pela Sistema Solar. Além disso no período de mínimo do Sol, o arrasto na atmosfera baixa da Terra diminui, isso tem impacto nos satélites e no lixo espacial, e para terminar, durante essa fase, a Terra é mais bombardeada pelos raios cósmicos, o que pode ser uma ameaça para os astronautas, porém é um período bom para estudar a origem desses raios.

Mas fiquem tranquilos, o mundo não vai acabar, não atravessaremos uma era glacial, nada disso. Tudo normal e depois a atividade também retornará.

Canal Space Today
http://www.youtube.com/spacetodaytv

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta